O Complexo Arqueológico dos Perdigões é um sítio Pré-histórico que integra recintos delimitados por fossos.
Está datado entre 3400 e 2000 AC e é classificado como Monumento Nacional.
Situado em Reguengos de Monsaraz (Alentejo), abrange 16 ha em parte propriedade do Esporão, S.A.
O projecto de investigação é coordenado e dirigido pela ERA Arqueologia, S.A.

Nova Publicação

Foi publicado um novo estudo sobre as faunas dos Perdigões. A propósito do estudo do conjunto faunístico do Fosso 7, é feita uma abordagem diacrónica a toda a fauna já estudada e publicada dos Perdigões (mais de 3300 restos). Pela primeira vez observam-se as tendências de consumo (nomeadamente entre animais domésticos e selvagens) ao longo…

Novos resultados para a mobilidade de humanos nos Perdigões

A parceria de investigação do projeto Perdigões com a Universidade Nacional da Austrália (no âmbito de um projeto internacional sobre mobilidade) produziu novos resultados para os contextos de cremações da área central. Várias dezenas de indivíduos analisados, através de dentes e de pars petrosa (uma novidade nestas abordagens), revelaram que a grande maioria apresenta valores…

24.ª campanha de escavações do Programa Global de Investigação dos Perdigões

Em Julho de 2021 decorrerá a 24.ª campanha de escavações do Programa Global de Investigação do Complexo Arqueológico dos Perdigões (25ª se contarmos com a intervenção de diagnóstico de 1997 – um quarto de século, portanto) entre 5 e 31 de Julho. Neste ano continuaremos com uma equipa reduzida devido ainda aos efeitos da pandemia,…

Novo projeto de doutoramento envolvendo os Perdigões

Um novo projeto de doutoramento, desenvolvido por Cláudia Relvado, toma Perdigões como um dos grandes contextos de investigação. O projeto centra-se no estudo da infância, nomeadamente da amamentação e do desmame, permitindo que as análises antropológicas e químicas sejam relacionadas com períodos socioculturalmente distintos. Cláudia Relvado é doutoranda em Arqueologia pela Universidade do Algarve (Portugal).…

Elementos dos Perdigões em exposição no MNA

Vários elementos iconográficos dos Perdigões integrarão a exposição “Ídolos, Olhares Milenares” (dezasseis peças no total), a inaugurar brevemente no Museu Nacional de Arqueologia. Trata-se da vinda para Portugal da exposição que esteve patente ao público no museu de Alicante e depois no museu distrital de Madrid, e que reuniu muitas das principais produções iconográficas da…

Participação em Congresso Internacional

No próximo encontro internacional dos “Archéologie & Gobelets” (Arqueologia e Campaniformes), que decorrerá a 21 e 22 de Janeiro de 2021, o projecto Perdigões participará com duas comunicações que versam sobre algumas das particularidades da presença do Campaniforme no sítio, nomeadamente no que respeita ao seu desempenho social: “The plurality of beaker social roles: the…

Nova colaboração com a Universidade de Kiel

O Programa Global de Investigação dos Perdigões iniciará em 2021 uma colaboração com a Universidade de Kiel. Esta colaboração terá como principal temática a questão do fim dos Perdigões e o colapso da trajectória social que se desenvolveu no Sudoeste peninsular ao longo do 3º milénio a.C. Serão realizadas escavações no sítio em colaboração com…

Investigação sobre cognição e materialidade

O projecto Perdigões irá colaborar no projecto “XSCAPE. Material Minds: Exploring the Interactions between Predictive Brains, Cultural Artefacts, and Embodied Visual Search”, uma investigação sobre cognição e materialidade aprovada pelo European Research Council, tendo como investigadores principais Felipe Criado Boado (CSIC, INCIPIT), Andy Clark (Universidade de Sussex), Luis M. Martínez (CSIC) e Joahannes Müller (Universidade…

Fossa continha conjunto deposicional estruturado

Durante a campanha de 2020 foi escavada na área central dos Perdigões uma fossa que continha um conjunto deposicional estruturado. Este conjunto era constituído por quatro recipientes inteiros e um terço de um outro (sobre o qual estava depositada uma acumulação de carvões), uma valva de Pecten maximus, uma tampa em xisto, dois botões de…

Estrutura única na Península Ibérica (2800 – 2600 a.C)

Durante a campanha de escavações de 2020 foi confirmada a presença, no centro dos Perdigões, de uma estrutura de tipo “Timber Circle”. Esta estrutura é bem mais complexa do que inicialmente suposto, sendo constituída por várias linhas concêntricas de paliçadas e alinhamentos de postes / grandes troncos de madeira. Foi exposta em cerca de um…

Publicado estudo de alabarda

Foi publicado, na revista Apontamentos de Arqueologia e Património, o estudo de uma alabarda depositada na área central dos Perdigões. Datada do terceiro quartel do 3º milénio a.C., trata-se de uma peça em cobre, com características tipológicas pouco comuns e que integrava um contexto deposicional com vários recipientes campaniformes. São autores António Carlos Valera, Carlo…

Volume 2 da Perdigões Monográfica

Foi publicado o segundo volume da série Perdigões Monográfica, editada pelo NIA-ERA. Este volume é dedicado ao Sepulcro 4, um tholos datado do terceiro quartel do 3º milénio a.C.. É apresentada a arquitectura do monumento, assim como os seus faseamentos de utilização e reutilização, os materiais votivos, datações absolutas e resultados isotópicos de dietas e…

“Timber Circle”

Parte de uma estrutura inédita na Península Ibérica foi identificada no centro dos Perdigões. Trata-se de um recinto circular constituído por valas e alinhamentos de grandes postes de madeira, datado da primeira metade do 3º milénio AC. Esta estrutura continuará a ser escavada e estudada nos próximos anos.

Novo mestrado nos Perdigões

Inês Ribeiro irá desenvolver na Universidade de Évora uma tese de mestrado sobre a componente artefactual do Fosso 3 dos Perdigões e seu comportamento ao longo da sequência estratigráfica observada. Contribuir para a compreensão das formas de enchimento dos fosso nos Perdigões é o objectivo.

Exposição Ídolos

Ídolos dos Perdigões integram a exposição “ídolos. Miradas milenarias” que está a decorrer no MARQ em Alicante e que em Abril se transferirá para o Museu Regional de Madrid em Alcalá de Henares.

Projecto Mobilidade

Terminou o projecto financiado pela FCT dedicado à investigação da mobilidade de humanos e animais nos Perdigões. Os resultados são excelentes e o artigo síntese do projecto foi aceite para publicação no Journal of Archaeological Science Reports.